Entrevista do dia

Alerta: Casos como o de Suzano abrem debate sobre a terceirização da educação e a participação dos pais

  • 15 de março 2019
  • por Repórter

(Foto: Agência Brasil)

 

 

Nesta semana uma tragédia chocou o Brasil e ganhou destaque em todos os veículos de comunicação. Dois ex-alunos efetuaram disparos dentro de uma escola em Suzano (Grande São Paulo), matando ao menos sete pessoas na manhã de quarta-feira (13). Antes, a dupla assassinou um comerciante na região, que era tio de um dos atiradores. Os dois também morreram, totalizando dez mortos no massacre.

 

Os assassinos  planejaram o crime por um mais de um ano. É o que aponta as investigações preliminares da Polícia Civil.  Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, 25, pretendiam matar mais pessoas do que as 13 vítimas do massacre de Columbine, ocorrido em 1999 nos Estados Unidos. Em abril, esse crime completará 20 anos.

 

A polícia de Suzano procura esclarecer o que levou Guilherme e Luiz a entrarem armados na Escola Estadual Raul Brasil e atirarem e golpearem com machado alunos e funcionários. O caso traz um alerta sobre a participação dos pais na vida dos filhos, a terceirização da educação e a falta de diálogo. Confira a entrevista com a psicologa Julia Benedini:

 

 

 

 

 

(Fonte: Agência Brasil com Redação)

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.