Entrevista do dia

Criança não namora: Especialista explica os riscos de de incentivar esse comportamento

  • 14 de junho 2019
  • por Repórter

(Foto: Reprodução/Pixabay)

 

Quando a criança começa a andar, a falar, a conhecer o mundo e, principalmente, o outro, passa a querer fazer o que todas as outras pessoas ao seu redor fazem. Andar de salto alto, passar maquiagem, usar o celular…  Namorar está na lista. Mas, criança não namora. Tem amigos. Não dá para comparar o que eles chamam de namoro com o relacionamento dos adultos.

 

Um dos maiores riscos, caso se estimule a um namoro precoce, é a erotização. Muitas vezes, quando a criança diz estar namorando alguém, ela fala isso sem entender as minúcias de uma relação. Se os adultos começam a estimular, falando do que é possível ou não no namoro, os pequenos podem ter comportamentos de adultos, gerando conflitos psicológicos entre pais e filhos. De acordo com a psicologa Julia Benedini, criança não namora, só brinca de namorar e, cabe aos pais explicar que se trata de uma relação de amizade e não de namoro. Ouça a entrevista:

 

 

 

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.