Entrevista do dia

Novo sistema de adoção no Brasil entra em vigor em outubro

  • 09 de setembro 2019
  • por Repórter

(Foto: Reprodução/Pixabay)

 

 

Com o objetivo de impulsionar os processos de adoção no Brasil, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) anunciou o Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento, que começa a operar em outubro. A nova plataforma une os antigos Cadastro Nacional de Adoção e Cadastro de Crianças Acolhidas. A princípio, a ferramenta se destina ao uso de juízes de varas da infância e juventude, mas prevê recursos para pretendentes à adoção.

 

 

Atualmente, o Brasil conta com mais de 40 mil crianças acolhidas, dentre as quais apenas 5 mil estão disponíveis para a adoção. Já o número de pretendentes aptos a adotá-las é quase 9 vezes maior: 42 mil. A explicação para essa diferença está na incompatibilidade entre o perfil das crianças e os anseios dos adotantes. Em entrevista ao programa Manhã da Mais o coordenador do curso de Serviço Social do Centro Universitário Internacional Uninter, Dorival da Costa explicou sobre as alterações. Ouça:

 

 

 

 

 

Fonte: Via assessoria

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.